Notícias do Município de Três Barras

Em alerta: Defesa Civil reúne Grac para definir respostas rápidas para eventuais alagamentos

Em alerta: Defesa Civil reúne Grac para definir respostas rápidas para eventuais alagamentos

Reunião entre a Defesa Civil Municipal, prefeito Luiz Shimoguiri e Grac na tarde desta sexta-feira (19).

Tendo em vista o aumento nos níveis em dois dos três rios que banham Três Barras, nas últimas 24 horas, a Defesa Civil Municipal resolveu acionar o Plano de Contingência na tarde desta sexta-feira (19), durante reunião com o prefeito Luiz Shimoguiri e o Grupo de Ações Coordenadas (Grac).

A coordenadora municipal da Defesa Civil, Adrielle da Costa, disse que a medida é preventiva e serve para nortear ações e respostas rápidas a serem dadas toda vez que o nível de algum rio atinge 6,00 metros. Em média, o nível dos rios tem subido um centímetro por hora.

O nível do Rio Canoinhas foi medido em 6,04 metros na tarde desta sexta-feira (19), e está bem próximo da cota de alerta que é de 6,25 metros. Já o Rio Negro chegou em 5,87 metros.

De acordo com as previsões meteorológicas, há possibilidade de chuva apenas na próxima terça-feira (23), num volume aproximado de 15 milímetros. O acumulado do mês de outubro está em 306 milímetros, até o momento. “Se por acaso der uma enxurrada, como a de ontem (quinta-feira), daí sim teremos problemas sérios. Por enquanto está tudo sobre controle”, disse a coordenadora, ao tranquilizar a população.

O agente da Defesa Civil, Adilson Martins, o Dega, informou que somente um ponto de alagamento foi verificado até agora. Uma família, que reside numa área de planície alagadiça aos fundos da Rua José Nunes Cavalheiro, no distrito de São Cristóvão, já foi atendida pela Assistência Social do município e removida para a casa de vizinhos.

A Vigilância Sanitária também foi até o local e, em acordo com a família que trabalha com a coleta de recicláveis, transferiu os resíduos para uma região mais alta e que não possa ser atingida pelas águas.  

Prefeito Luiz Shimoguiri lembra que ao acionar o Plano de Contingência, a Defesa Civil cumpre uma medida protocolar, mas importante. Por esse motivo, ele afirma que deixou em sobreaviso todos os secretários municipais e chefes de setores durante o final e semana. “Acreditamos que não será necessário, mas numa eventualidade temos que ser ágeis e eficientes no socorro às famílias”, explicou.

Moradores da Rua Etelvina Pires (Rua Velha) e da baixada próxima à serraria do Leandro, no distrito de São Cristóvão, costumam ser os primeiros atingidos pelas inundações.

Durante a reunião, o Governo do Município definiu que o ginásio de esportes Ione Cyríaco de Souza, no Km 02, servirá de abrigo caso seja necessário a remoção de pessoas das áreas alagadiças. O local pode receber até 50 famílias.

Numa eventualidade, também serão utilizados os ginásios de esportes das escolas municipais do Km 06, São João dos Cavalheiros e Campininha, localidades do interior do município.

 

Publicado por: Assessoria de comunicação em 19/10/2018

Veja algumas fotos desta notícia


Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal