Notícias do Município de Três Barras

“Situação é de atenção”: escassez de chuva poderá afetar moradores do perímetro urbano de Três Barras

“Situação é de atenção”: escassez de chuva poderá afetar moradores do perímetro urbano de Três Barras

Reunião com membros do Grac, no Cigerd em Canoinhas, na tarde de terça-feira (12). Imagem: Defesa Civil.

Assim como já vem acontecendo no interior, os moradores do perímetro urbano de Três Barras também poderão ser afetados pela escassez de chuva, em breve.  “A situação é de atenção”, frisa a coordenadora municipal da Defesa Civil, Adrielle da Costa, ao solicitar que a população evite atividades que desperdicem água, como lavar calçadas e veículos.  

O município declarou situação de emergência na última sexta-feira (08), em razão da grave crise hídrica constatada em localidades como São João dos Cavalheiros e Campininha.

Desde o dia 30 de janeiro, um caminhão pipa tem levado água potável a famílias das duas comunidades quase que diariamente. Até o momento foram fornecidos 120 mil litros de água.

Os baixos índices pluviométricos registrados em Três Barras e Canoinhas, nos últimos dois meses, além da pouca previsão de chuva para os próximos dias, colocaram a Defesa Civil Regional em alerta.

Tanto que na tarde de terça-feira (12), a coordenação do órgão se reuniu com membros do Grupo de Ações Coordenadas (Grac) para discutir os problemas ocasionados pela estiagem nos dois municípios.

Na ocasião, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Saneamento Ambiental (Samasa) e a Casan – que abastece o distrito de São Cristóvão – apresentaram um diagnóstico atual da situação.

Os rios onde são feitas a captação de água para tratamento e distribuição estão com níveis muito baixos, conforme explicaram representantes dos dois órgãos: o Rio Canoinhas está medindo 1,45 metro, enquanto o Rio Negro está com 1,10 metro de água.

A captação de água será possível no Rio Negro até o nível de 80 centímetros, tendo em vista que o Samasa possui uma balsa para realizar o serviço. Já a situação do Rio Canoinhas é de alerta, conforme a Epagri.

A reunião no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd), em Canoinhas, teve a participação de representantes das Polícias Militar, Ambiental e Civil; do Corpo de Bombeiros; Gerência Escolar do Governo; Instituto do Meio Ambiente (IMA); Ministério Público; Coordenadorias Municipais da Defesa Civil de Canoinhas e Três Barras e Defesa Civil Regional; e da Epagri.

Os níveis dos rios continuarão sendo monitorados. Caso a situação se agrave nos próximos dias, o Grac voltará a se reunir para, então, colocar em prática ações emergenciais visando combater um possível desabastecimento de água na cidade.

 

 

Publicado por: Assessoria de comunicação em 13/02/2019

Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal