Notícias do Município de Três Barras

Ingresso do Município na ARIS foi chancelado pela antiga gestão da Prefeitura e do SAMASA

Ingresso do Município na ARIS foi chancelado pela antiga gestão da Prefeitura e do SAMASA


O Governo de Três Barras vem a público informar que a revisão das tarifas dos serviços de abastecimento de água e preços complementares pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Saneamento Ambiental (SAMASA) é autorizada pela Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (ARIS).

Diante da série de questionamentos propagados através das redes sociais e aplicativos de celular, a administração municipal torna público, ainda, que o ingresso do município de Três Barras no consórcio denominado ARIS, ocorreu através da Lei n°2.982 de 08 de agosto de 2011, e chancelado pelo então Prefeito Elói José Quege.

Comunica, também, que à época da assinatura do protocolo de intenções com a ARIS, o responsável pelo SAMASA era Emílio Gazaniga Neto que, por ser ocupante do cargo de Diretor Executivo, tinha pleno conhecimento de todos os itens contidos no documento.

Importante frisar que desde que o convênio foi firmado entre as partes, é a ARIS quem define os índices de reajustes anuais, a fim de garantir o equilíbrio econômico financeiro e que possibilite a eficiência e eficácia dos serviços de abastecimento de água oferecidos à população.

No período de 2010 a 2017, por exemplo, os valores das tarifas de água tiveram um aumento de quase 47%. Esse reajuste foi equivalente a uma média anual de 5,87%, ou seja, índice maior de que os 5,32% que estão sendo propostos agora.

Desde que a prefeitura assumiu a responsabilidade sobre os serviços de água e saneamento do município, há quase uma década, foi nesta gestão que efetivamente ocorreram altos investimentos no SAMASA: mais de R$ 1 milhão.

Além da instalação do booster (conjunto moto bomba) responsável por aumentar a pressão da rede de água – com saída a partir dos reservatórios fixados ao lado da Intendência Distrital – melhorando assim o abastecimento nas regiões mais altas do São Cristóvão, o governo do município também aplicou recursos na construção de um novo reservatório na Estação de Tratamento de Água (ETA), localizado no Morro do Faria.

A nova estrutura em aço de carbono, com capacidade para 300 m³ de água, será inaugurada em janeiro. Como a ETA já conta com um reservatório de 370 m³, em breve o Samasa passará a operar com 670 mil litros de água, podendo, em caso de pane no sistema, manter a distribuição normalmente por um período igual ou superior a quatro horas.

Sendo assim, a falta de água no centro, bairros e na localidade do Km 06 deve ser suprida com a interligação dos dois reservatórios.

Fora isso, a gestão do SAMASA, com o apoio do Poder Público Municipal, vem constantemente investindo na ampliação da rede de abastecimento, levando água para locais ainda não atendidos. O SAMASA tem aplicado diversos recursos na melhoria e modernização dos equipamentos de captação e tratamento de água, como também na compra mensal de água junto à Casan, para ser distribuída no distrito de São Cristóvão.

 

 

 

Publicado por: Assessoria de comunicação em 28/12/2018

Veja algumas fotos desta notícia


Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal